Questionamentos

As impressões e questões que se seguem são fruto da participação comunitária no 1º Encontro da Rede Local de Enfrentamento ao Uso Abusivo de Drogas Lícitas e Ilícitas.

As indicações já estão de posse do grupo de trabalho,com vistas às iniciativas que serão objeto de discussão porocasião de sua reunião.

Os questionamentos foram encaminhados aos profissionais aptos a respondê-los e merecerão postagem específica neste blog.

1º ENCONTRO – ENFRENTE

QUESTIONAMENTOS E INDICAÇÕES


Nome : Maria Elizabeth Forte da Silva

Cargo: SMSDC (P S M A A)

Comunidade: Conjunto Gouveia

Questionamento:

Minha filha estuda em escola particular, tem 10 anos, gostaria de saber como ela pode participar do PROERD?

(Questão encaminhada à Coordenação do PROERD (*))

Nome: Quaramira

Cargo: Presidente

Comunidade:  Sepetiba

Instituição: ONG Sara

Questionamento:

Gostaria de Saber como a ONG poderia fazer parte do programa PROERD. Eu como participei do PAN 2007 – fiz o curso PROERD.

(Questão encaminhada à Coordenação do PROERD)

Indicação:

Que o grupo de divulgação das ações locais entre em contato com a coordenação da UNICEF para unir os trabalhos já que na Zona Oeste está contrantrado IGGAL dos que foram formados no RJ  (município) Telefone: 38520080 – Transergio.

Nome: Ângela de Mendonça

Órgão: Casa de Magia Justiça e Amor  Cargo: Membro

Comunidade: Sepetiba

Questionamento:

Um Menor pode tomar um pouco de cerveja do copo dos Pais? Isso pode ajudar a consumir outros tipos de drogas? Indicação: Fazer palestras ao uso abusivo de drogas em escolas particular.

(Questão encaminhada à Coordenação do PROERD)

Nome: Rosangela de Alcântara

Órgão: CIEP 10.19.502 Maestro Heitor Villas Lobos

Cargo: Professora

Comunidade: Conjunto Antares

Questionamento:

Minha escola fica dentro do Conjunto Antares e trabalhamos até o 5º ano em horário integral. Quando nossos alunos precisam mudar para escola co 6º ano acabamos perdendo-os para o tráfico. Como podemos trabalhar com a PROERD? Vocês vão à escola ou os alunos terão que sair da escola e/ou comunidade?

(Questão encaminhada à Coordenação do PROERD)

Nome: Mauricio Ferreira Borges

Órgão: Mídia Comunitária

Comunidade: Zona Oeste

Cargo: Agente Administrativo

Questionamento:

Qual a garantia real de que todos os trabalhos realizados neste fórum (enfrente as drogas) terão resultados positivos e benefícios a população de nossa região, ditos documentos e ações reais.

(Questão encaminhada à Coordenação da Rede)

Nome: Eduardo Nunes de Lima

Órgão: Associação Moradores Amigos da Bela Vista

Cargo: Presidente

Questionamentos:

Senhorita Sandra, o que  a CAS do estado está fazendo para que a clinica de tratamento de drogas Michelle volte a funcionar?

Dr Márcia Passarelis. Penso eu que uma esplanação desta natureza deveria ser feita em toda comunidade carente 2 vezes por mês, com todo apoio da prefeitura e do estado, com grupos de pessoas daquela comunidade .Com a mesma estrutura que está aqui.

Indicação:

Grupo das divulgações locais e municipais

(Questões encaminhadas às profissionais mencionadas)

Nome: Cesar Bastos

Órgão: INTERPAZ

Cargo: Coordenador

Questionamentos:

Após a apreensão das armas, qual o destino dado às mesmas?

Qual o órgão responsável pela distribuição e quem faz o controle e a supervisão?

(Questões encaminhadas à Polícia Militar)

Nome: Márcia Barbosa Raphael

Órgão: ADEFESA – Associação Democrática de Festejos Sociais do Alagado

Cargo: Vice- presidente

Comunidade: Sepetiba – Alagado

Questionamento:

0,8% da população é usuária de drogas ilícitas, porém 8% dessa mesma população é usuária de drogas licitas. Por que tão pouco se fala de drogas lícitas?

Fala-se tanto em exclusão social, quando se colocam trabalhos somente na rede pública, se exclui jovens e crianças que não estão nela. Não há problemas de drogas na rede particular? Criança é criança em qualquer rede que ela se encontre. O foco tem que ser ampliado.

(Questões encaminhadas à Coordenação da Rede)

Nome: Alex Evangelista Mendes Silva

Órgão: ONG Ser Sempre Refazendo

Cargo: Secretario Executivo

Comunidade: Campo Grande

Questionamento:

Parabenizo o trabalho realizado pela PROERD, e gostaria de saber sobre a receptividade e procura das comunidades de ensino privado, se há resistência?

(Questão encaminhada à Coordenação do PROERD)

Indicação:

Criação de espaço para atendimento ambulatorial que realmente funcionem trabalhando em parceria com as unidades de ensino público e privado em todos os níveis , promovendo o tratamento e a prevenção, inclusive para familiares. Fazendo valer a lei 6368/63

Nome: Helena Pereira de Souza

Órgão: B.  União de Nova Sepetiba

Cargo: Diretora Social

Comunidade: Nova Sepetiba

Questionamento:

Como este grupo de trabalho vai ter Segurança para esse trabalho na sua comunidade para que trabalhe em sua comunidade com os adolescentes já marginalizados?

(Questão encaminhada à Coordenação da Rede)

Nome: Rosane Nunes da Conceição

Órgão: 10.19.017 Otelo de Souza Reis

Cargo: Servente

Comunidade: Antares

Questionamento:

Como podemos lidar com essas crianças, se a realidade delas é essa (droga, abandono,necessidades básicas); algumas já se prostituem em troca de algum dinheiro. Como orientá-las e ajudá-las?

(Questão encaminhada à Coordenação do PROERD)

Nome: F.R.O.

Comunidade: Santa Cruz

Questionamento:

Como fica o controle ou combate ao estica que vem ocorrendo dentro dos condomínios da Caixa Econômica (PA), que estes são condomínios fechados e não permitem a entrada da PM e nem o patrulhamento dentro destes condomínios, pois as  drogas estão lá dentro?

Por que a PROERD não está fazendo este trabalho nas escolas particulares? Está havendo exclusão nos adolescentes destas instituições. Seria Extraordinário que isto viesse a ser implantado.

(Questão encaminhada à Polícia Militar)

Indicação:

Organização de palestras , encontros e fórum

Nome: Cristiane B. Rodrigues

Órgão:  ILE ASE IGBA OSOOSI ATI OSUN

Cargo: AJOYE

Comunidade: Paciência – 7 de Abril

Questionamento:

Com relação aos locais de atendimentos citados, quais são os critérios para encaminharmos os dependentes químicos a essas instituições?

(Questão encaminhada à Coordenação da Rede)

Nome: Ana Paola dos Santos

Órgão: AMASA

Cargo: Vice Presidente

Comunidade: 7 de Abril – Paciência

Questionamento:

Com relação aos locais de tratamento aos dependentes químicos, o tratamento é realizado em forma de Internação ou livre?

(Questão encaminhada à Coordenação da Rede)

Nome: Lizete Manja

Órgão: ONG – CEMAS, GAPZO e CAMARA COMUNITARIA

Cargo: Secretaria, Coordenadora

Comunidade: Santa Cruz e Sepetiba

Questionamento:

Qual tratamento que está sendo dado aos profissionais que são usuários das drogas?

(Questão encaminhada à Coordenação da Rede)

Nome: Dévola Taís Dias Romano

Órgão: SMPD – RBC (Secretária Municipal da Pessoa c/ Deficiência – Reabilitação Baseada na Comunidade.

Comunidade: Santa Cruz

Questionamento:

Gostaria de Saber se alguém tem informações sobre o Fórum de saúde mental em Santa Cruz e também sobre o Fórum de reabilitação em Santa Cruz.

(Questão encaminhada à Coordenação da Rede)

Nome: Ana Lúcia Melorio Azevedo

Órgão: GRES.  Acadêmicos de Santa Cruz

Cargo: Vice –presidente

Comunidade: Barreira – Santa Cruz

Indicação:

Para palestras com jovens e familiares, se precisarem de espaço, GRES e Associação de Moradores da Barreira.

(*) PROERD – Programa Educacional de Resistência às Drogas.

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: