Recebemos uma MOÇÂO da Câmara Municipal do Rio

26/09/2011

Nosso coordenador geral MARCELO MACHADO e o Conselheiro Tutelar EMERSON DIAS recebeu do Vereador ELTON BABÙ a moção

Anúncios

Conselho Comunitário de Segurança da AISP 27 será reformulado

30/06/2011

Na última reunião do período 2010/2011 do CCS-AISP 27 – Conselho Comunitário de Segurança da Área Integrada de Segurança Pública 27, (Paciência, Santa Cruz e Sepetiba), que aconteceu no dia 28 de junho, no auditório do Conselho Distrital de Saúde, foi decidido à reformulação do colegiado, por falta de membros efetivos (representantes da sociedade civil), para compor a nova executiva. A decisão é a única forma encontrada para não deixar o conselho morrer e cumprir as regras estabelecidas na Resolução da Secretaria de Segurança, e desta forma abrir a participação de todos os representantes de organizações comunitárias, religiosas e sociais, empresários, profissionais liberais e moradores para a composição do novo CCS-AISP 27, dispensando a obrigatoriedade de número mínimo de presença nas reuniões do período anterior. O início deste processo, que será conduzido pelos membros natos, sido marcado para a reunião do CAFÉ COMUNITÁRIO, realizado mensalmente pelo 27º BPM, que no mês de julho, acontecerá no dia 13, quarta-feira, das 9 as 12h, na Casa SerCidadão, situada na Rua Fernanda, nº 140, Santa Cruz .
A decisão foi um consenso dos membros efetivos presentes e foi defendida pelo Dr. Anderson Ribeiro Pinto, titular da 36ª Delegacia de Polícia Civil, na qualidade de membro nato e teve o de acordo do Capitão PM Glauber, representando o 27º BPMERJ.

Serviço:
Reunião de reorganização do Conselho Comunitário de Segurança da Área Integrada de Segurança Pública 27, (Paciência, Santa Cruz e Sepetiba)
Dia: 13 de julho, quarta-feira,
Horário: 9 as 12h
Local: Casa SerCidadão, situada na Rua Fernanda, nº 140, Santa Cruz
Quem pode participar: Todas as pessoas que moram ou trabalham nos bairros de Paciência, Santa Cruz e Sepetiba

Paulo Mendonça – MÍDIA COMUNITÁRIA
http://midiacomunitaria.blogspot.com

O que são os Conselhos Comunitários de Segurança – CCS
Os Conselhos Comunitários de Segurança são canais de comunicação entre a sociedade civil e as Polícias Civil e Militar do Estado do Rio de Janeiro, atuando como colaboradores voluntários, não remunerados e compromissados com a redução da violência, da criminalidade e com a paz social.
A visão que a sociedade tem de segurança pública vem ultrapassando os limites de atuação das instituições policiais, sendo comum, em reuniões de CCS, demandas por melhoria de saneamento básico, da ocupação ordenada do espaço público, do cumprimento das posturas municipais, da prestação de serviços públicos de boa qualidade na saúde, na educação, na cultura, no esporte e no lazer da população, dentre outros temas.
Os CCS atuam numa determinada Área Integrada de Segurança Pública (AISP), têm as atribuições elencadas na Resolução SSP 781/2005, alterada pela Resolução SESEG 78/2007, e estão próximos dos Comandantes de Batalhões e dos Delegados Titulares, tanto nos Cafés Comunitários como nas reuniões mensais dos CCS.

Nesse contexto, os Conselhos Comunitários de Segurança identificam e analisam os problemas locais, propõem soluções e avaliam as respostas e/ou as soluções dos problemas demandados. A participação nas questões da segurança pública tem caráter consultivo e por isso, as observações, críticas, sugestões e propostas são consideradas pelos representantes das polícias não como obrigação de fazer, mas como uma contribuição relevante sobre os anseios da sociedade com relação a determinados assuntos, que podem ajudá-los, por exemplo, na tomada de uma decisão estratégica.
O trabalho desenvolvido pelos Conselhos Comunitários de Segurança pode ser percebido e reconhecido através da adesão crescente, de novos membros efetivos: representações de associações de bairro, de clubes de serviço, de sindicatos, do comércio, da indústria, de bancos, de estabelecimentos de ensino, dentre outras entidades públicas e privadas, além dos cidadãos que residem, trabalham ou estudam na localidade.
Ressalte-se, por fim que compete ao Instituto de Segurança Pública, além de outras atribuições, a implementação e o acompanhamento das atividades dos Conselhos Comunitários de Segurança, a promoção de capacitação aos novos integrantes de CCS, o fomento de maior integração entre os CCS e as Polícias Civil e Militar.
Fonte: ISP: http://www.isp.rj.gov.br/

SEMINARIO DIA MUNDIAL DE COMBATE AO ABUSO E A EXPLORAÇÃO SEXUAL

16/05/2011

Com o objetivo de Refeletir sobre a Questão do Abuso e a exploração Sexual de crianças e adolescentes; Explicitar as ações e serviços existentes no enfrentamento desta questão social, será promovido no dia 18 de maio, quarta-feira, de 9 as 13 horas, na Cidade das Crianças em Santa Cruzo Conselho Tulelar 10, a 10ª CAS junto com os CREAS Padre Guilherme Decaminada e Joao Manoel Monteiro estão organizando este seiminário em alusão ao Dia Mundial de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual. Tendo as seguintes atividades programadas: Palestra, danças, coral, pula pula, recreação com os profissionais da Cidade das Criançs, Oficina de pintura e oficina de bola

O evento terá a seguinte programação: 9 horas: Abertura (objetivo do evento e mesa de autoridades: Juíza, Promotora, Defensoria, Conselho Tutelar, 10ª CAS, 10ª CRE, CAP 5.3, Representante da SMAS; 10 horas: Apresentação Artística Coral do PETI/ Projeto Crescer – Escola de Samba Acadêmicos de Santa Cruz; 10:15 h Palestrante Psicóloga Valeria Brahim – Ong Terra dos Homens; 11:00 h debates/perguntas/plenária/respostas; 11:20 h A Experiencia no Combate ao Abuso e a Exploração Sexual dos CREAS João Manoel Monteiro e Padre Guilherme Decaminada – Equipes Técnicas; 12:00 h Apresentação Dança Hip Hop – PETI do Centro de Referência da Juventude (CRJ) Vila Paciencia; 12:30 h Coffe Break; 13:00 h Encerramento. Sendo o público Alvo: Equipes dos CREAS, CRAS, Saúde, Educação, escolas públicas e particulares, lideranças comunitárias, equipes do juizados, crianças e adolecentes dos programas e serviços da SMAS

Estão envolvidos com parceiros desta iniciativa: 10ª CAS, CREAS João Manoel Monteiro, Padre Guilhemre Decaminada, Escola de Samba Academicos de Santa Cruz, Cidade das Crianças, Centro de Referencia da Juventude de Vila Paciencia, Conselho Tutelar e a Mídia Comunitária.

ENFRENTE AS DROGAS realizou reunião dos grupos de trabalho

25/04/2011

No dia 7 de abril, o ENFRENTE AS DROGAS – Comissão da Rede Local de Enfrentamento ao uso abusivo de Drogas Lícitas e Ilícitas (Paciência – Santa Cruz – Sepetiba), realizou a 2ª reunião dos Grupos de Trabalho Permanente, onde foi discutido o fortalecimento do movimento, as propostas de implementação de serviços e políticas públicas no combate ao uso abusivo de drogas e provocar o envolvimento dos diversos atores sociais na construção da rede de serviços ao combate ao uso abusivo de drogas na região.
Na abertura do evento, o coordenador geral Marcelo Machado (CT-10), ldestacou que a rede só existirá, se os representantes das organizações socias, do movimento religioso, da rede particular de ensino e a sociedade como um todo venha participar do debate e da construção das propostas. “Não somos um ONG, não somos um órgão com poder de fazer ou mandar fazer, somos a sociedade civil mobilizada com representantes e dirigentes de órgãos públicos locais, querendo enfrentar esta sério problema… o ENFRENTE nasceu de uma demanda levantada pela sociedade, então é esta mesma sociedade que precisa participar e ajudar… Não dá só prá ficar reclamando!”, declarou Marcelo.
Ainda no autidório, os participantes assistiram a apresentação do Assistente Social Olegário Nolasco, que representou a Coordenadoria Especial de Prevenção a Dependência Química da Prefeitura do Rio.

Marcelo do ENFRENTE – Nolasco da CEPDQ

Alberto da ACSIC – Ten. Cel. PM Marcos do 27º BPM

Adelson da FAMA

Apresentação do GTP Articulação e Acompanhemnto da Craiação da Rede e Divulgação das ações

O presidente da ACISC, Alberto Chaves, reafirmou a parceria da Associação Comercial a iniciativa e parabenizou os participantes no encontro.
O Adelson Alípio que falou em nome do Reitor da FAMA, Professor José Zaib, destacou que a instituição irá continuar apoiando iniciativas da sociedade em cobrar a atuação do poder público em nossa região, mesmo sendo vítma de retaliações por abrigar este tipo de evento.
Após a apresentação dos coordenadores do Grupos de Trabalho Permanente, os mesmos foram para as salas para discutirem os objetivos e planejarem novas ações. Sendo que o GTP de Organização de palestras, encontros e fóruns, não pode se reunir, pois a equipe da 10ª CRE, foi chamada para uma questão de emergência. O GTP de Acompanhamento da criação da rede de combate ao uso abusivo de drogas, teve a sua coordenação dissolvida e o mesmo foi absorvido pelo GTP de Divulgação que passou a ser GTP de Articulação e acompanhemnto da criação da rede e divulgação das ações.
O que se pode observar na apresentação dos relatórios dos Grupos de Trabalho Permanente na volta ao auditório, é que em todas as salas, foi questionado a falta de representação das comunidades, dos religiosos, profissionais de saúde e educadores da rede pública e particular no evento.
A plenária aprovou a realização do 3º Encontro, que será no final do mês de junho, ainda faltando confirmar o dia e o local, quem desejar esta informação, poderá acompanhar os espaços do ENFRENTE as drogas na Internet.

GTP IMPLEMENTAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DE CAMPANHAS, PROGRAMAS E PROJETOS DE ORIENTAÇÃO A CRIANÇA E ADOLESCENTES

GTP MAPEAMENTO DAS AÇÕES DE ENFRENTAMENTO

GTP Participação e Colaboração da infância e Juventude

GTP Articulação e Acompanhemnto da Craiação da Rede e Divulgação das ações.

Faça contato com o ENFRENTE as drogas:
E-mail: enfrenteasdrogas@gmail.com
http://www.enfrente.wordpress.com
TWITTER: http://www.twitter.com/ENFRENTE
Orkut: ENFRENTA às Drogas

Este slideshow necessita de JavaScript.

2ª Reunião de Grupos de Trabalho 07/04/2011 – Horário: 8:30 às 13 horas, FAMA – FACULDADE MACHADO DE ASSIS – Praça Marquês do Herval, nº 4 – Santa Cruz

31/03/2011

ENFRENTE as drogas – Rede local de Enfrentamento ao Uso Abusivo de Drogas Lícitas e Ilícitas (Paciência, Santa Cruz e Sepetiba) – 2ª Reunião de Grupos de Trabalho 07/04/2011 – Horário: 8:30 às 13 horas, FAMA – FACULDADE MACHADO DE ASSIS – Praça Marquês do Herval, nº 4 – Santa Cruz

Programação:
8:30h às 9hs: – Credenciamento;
09 às 9:40-Abertura da Plenária e apresentação da Coordenadoria de Prevenção a Dependência Química;
09:40 às 10: hs-Perguntas e Debate
10 às 12hs:-Apresentação dos Coordenadores e relatores dos grupos de trabalho.
● Divisão dos Grupos de Trabalho Apresentação e discussão do Plano de Ação e do Calendário de Reuniões(como estamos?)
● Preparação de apresentação de cada GT no 3º Encontro(Junho/11).
● Informes gerais nos grupos.
12 ás 12:30 hs- Retorno à Plenária e breve apresentação de cada GT.
12:30-Deliberação da Plenária às propostas apresentadas e do 3º Encontro.
13:00 – encerramento

Objetivos:
– Discutir com os grupos de trabalho, as propostas de implementação de serviços e políticas publicas no combate ao uso abusivo de drogas;

– Possibilitar o envolvimento de diferentes atores sociais e da rede de serviços da região de Santa Cruz, Sepetiba e Paciência na construção de serviços no combate ao uso abusivo de drogas;

– Auxiliar os grupos de trabalhos no desenvolvimento das ações propostas e na continuidade e fortalecimento do ‘movimento” com vistas ao combate do uso abusivo das drogas.

CORDENAÇÃO 2010/2011 do ENFRENTE as drogas: MARCELO MACHADO – CT/10 – Conselho Tutelar 10 (Paciência, Santa Cruz e Sepetiba)

ENFRENTE as drogas – Grupos de Trabalho permanente:

– Acompanhamento da criação da rede de combate ao uso abusivo.
Coordenação: ORLANDO MACIEL
Relator: ADELSON ALÍPIO
Secretário: MARLI MARINHO

– Divulgação das ações locais, regionais e municipais.
Coordenação: PAULO MENDONÇA
Relator: MARCOS BORGES
Secretário: TEREZINHA COELHO

– Implementação e acompanhamento de campanhas, programas e projetos de orientação a crianças e adolescentes.
Coordenação: IRINEIA DIOLINDA
Relator: AMBER JEAN
Secretário: VANESSA KLINGER

– Mapeamento das ações de enfrentamento.
Coordenação: SIMONE MACKIONE
Relator:
Secretário:

– Organização de palestras, encontros e fóruns.
Coordenação: LUCIARA DANTAS
Relator: CECÍLIA LUIS DE OLIVEIRA
Secretário:

– Participação e colaboração da Infância e da Juventude.
Coordenação: ANGELA MENDONÇA
Relator:
Secretário:

Realizadores: CT/10 – Conselho Tutelar 10 (Paciência, Santa Cruz e Sepetiba) – 10ª Coordenadoria de Assistência Social – 10ª Coordenadoria Regional de Educação – Coordenadoria Programática de Saúde AP 5.3
Apoio: ACISC – ASSOCIAÇÃO COMERCIAL E INDUSTRIAL DE SANTA CRUZ – FAMA – FACULDADE MACHADO DE ASSIS – MÍDIA COMUNITÁRIA DA ZONA OESTE – JORNAL REAL NOTÍCIAS

2ª Reunião dos Grupos de Trabalho dia 7 de abril na FAMA

23/03/2011

O ENFRENTE AS DROGAS – Comissão da Rede Local de Enfrentamento ao Uso Abusivo de Drogas Lícitas e Ilícitas, que tem a área de atuação em Paciência, Santa Cruz e Sepetiba, esta convidando membros da sociedade local, de todas as denominações religiosas, escolas públicas e privadas, movimento social e comunitário para participarem no dia 7 de abril, no quarto andar da FAMA – Faculdade Machado de Assis da 2ª Reunião dos Grupos de Trabalho, com a seguinte programação prevista: 8:30h às 9hs: – Credenciamento; – 09 às 9:40-Abertura da Plenária e apresentação da Coordenadoria de Prevenção a Dependência Química; – 09:40 às 10: hs-Perguntas e Debate – 10 às 12hs:-Apresentação dos Coordenadores e relatores dos grupos de trabalho. – ÏDivisão dos Grupos de Trabalho Apresentação e discussão do Plano de Ação e do Calendário de Reuniões (como estamos?) – Preparação de apresentação de cada GT no 3º Encontro(Junho/11). – Informes gerais nos grupos. – 12 ás 12:30 hs- Retorno à Plenária e breve apresentação de cada GT. – 12:30-Deliberação da Plenária às propostas apresentadas e do 3º Encontro. – 13:00 – encerramento O evento tem os seguintes objetivos: – Discutir, encaminhar propostas e implementar serviços e políticas publicas no combate ao uso abusivo de drogas; - Possibilitar o envolvimento de diferentes atores sociais e da rede de serviços da região de Santa Cruz, Sepetiba e Paciência na construção de serviços no combate ao uso abusivo de drogas;  – Organizar a construção de grupos de trabalhos continuados com vistas ao combate do uso abusivo das drogas.  Quem desejar fazer parte desta mobilização poderá escolher um dos seguyintes Grupos de Trabalho permanente: – Acompanhamento da criação da rede de combate ao uso abusivo; – Implementação e acompanhamento de campanhas, programas e projetos de orientação a crianças e adolescentes; – Mapeamento das ações de enfrentamento; – Organização de palestras, encontros e fóruns; – Divulgação das ações locais, regionais e municipais. -Participação e colaboração da Infância e da Juventude (de 10 aos 18 anos).

Ao falar da contrução desta rede social o atual coordenador geral MARCELO MACHADO (CT-10), declarou: “O ENFRENTE AS DROGAS é uma ação proposta por atores da sociedade local, representantes de órgãos públicos e estará sempre aberta a participação de todos os segmentos da sociedade, somente com a participação de todos teremos de verdade a rede em ação”.

Objetivo e Programação do 2º Encontro e os 20 Anos do Estatuto da Criança e do Adolescente/ECA “Avanços e Desafios”

03/08/2010

Objetivos do 2º Encontro
Apresentar o “Sistema de Garantia de Direitos (SGD)” e as ações de enfrentamento ao uso de drogas lícitas e ilícitas na região de Paciência, Santa Cruz e Sepetiba, um histórico na criação do movimento “Enfrente as Drogas” e o fortalecimento da rede; a “porta de entrada e saída” na rede sócio-assistêncial e de saúde; apresentação de experiência bem sucedida da educação na prevenção aos educandos; a atuação dos Conselhos de Direitos e os avanços e desafios nos 20 anos do Estatuto da Criança e do adolescente/ECA.

6 de agosto
8h30min: Credenciamento;
09h00min: Abertura solene, apresentação das propostas e resgate da história do ENFRENTE as drogas. – Por: Marcelo Machado (coordenação executiva) e Paulo Mendonça (coordenação de divulgação);
09h15min: Apresentação do resultado do concurso da nova logo do ENFRENTE as drogas, feito entre alunos da rede pública de ensino da 10ª CRE;
09h30min: Formação de rede social – Por: Ten. Cel. PM Danilo – comandante do 27º BPMERJ;
Ações diretas:
09h45min: PROERD – por: Cabo PM Jair;
10h00min: ONG Ser Adolescente – Por: Israel Cortes– psicólogo;
10h15min: SMSDC – CAP 5.III
10h30min: SME / E-10ª CRE;
Sistema de garantia de direitos – SGD:
10h45min: 2ª Vara Regional da Infância, Juventude e Idoso da capital – Por Dra. Cristiana Farias Cordeiro – juíza de direito;
11h00min: Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro – Promotoria de Justiça da Justiça da Infância e da Juventude;
11h15min: Defensoria Pública Geral do Estado do Rio de Janeiro – Núcleo da Infância e Juventude – Por: Dra. Juliana dos Anjos – defensora pública;
11h30min: 20 anos do ECA – CT 10 – por; Irineia Diolinda;
11h45min: Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente – CMDCA;
12h00min: Conselho Estadual de Defesa da Criança e do Adolescente – CEDCA;
12h00min: Comissão de Garantia de Direitos – CMDCA – Por: Carlos Laudelino;
12h30min: Apresentação cultural;
12h45min: Entrega dos certificados de participação:
13h00min – Encerramento

2º Encontro e os 20 Anos do Estatuto da Criança e do Adolescente

07/07/2010

Inscrições: Conselho Tutelar 10, situado  na Rua Lopes de Moura, nº 58 – Santa Cruz ou mensagem para enfrenteasdrogas@gmail.com contendo nome, instituição, comunidade ou órgão que pertence.

2º Encontro do ENFRENTE as drogas Comissão da REDE LOCAL DE ENFRENTAMENTO AO USO ABUSIVO DE DROGAS Lícitas e Ilícitas (Paciência, Santa Cruz e Sepetiba) e os 20 Anos do Estatuto da Criança e do Adolescente/ECA “Avanços e Desafios

6 de agosto – das 8:30 às 13 hs.

Cidade das Crianças Leonel Brizola (Auditório) – Km 01 da Avenida Brasil/Santa Cruz

1ª Reunião de Grupos de Trabalho

01/05/2010

Em 21/05/2010, será realizada a primeira reunião dos grupos de trabalho da Rede Local  de Enfrentamento ao Uso Abusivo de Drogas Lícitas e Ilícitas (Paciência – Santa Cruz – Sepetiba)

O evento ocorrerá na Faculdade Machado de Assis (FAMA), Praça Marquês de Herval, n.º 4, Santa Cruz, no horário de 0800 às 1300 h, tendo por foco os seguintes objetivos:

Consolidação dos grupos de trabalho e eleição de coordenadores e relatores

Análise de Regimento Interno

As inscrições para composição dos grupos de trabalho podem ser feitas no local, bastando, para tal, o encaminhamento da ficha de inscrição ora disponibilizada (clique aqui para baixá-la).

As opções de grupos de trabalho são as seguintes:

– Acompanhamento da criação da rede de combate ao uso abusivo

– Implementação de campanhas de orientação a crianças e jovens

– Mapeamento das ações de enfrentamento

– Organização de palestras e encontros

– Divulgação das ações locais, regionais e municipais

Baixe a ficha de inscrição, selecione seu grupo de trabalho e participe!

Respostas do PROERD

28/04/2010

Perguntas, indicações e respostas oriundas do Programa Educacional de Resistência às Drogas (PROERD) da Polícia Militar do RJ, fruto do 1º Encontro da Rede Local de Enfrentamento ao Uso Abusivo de Drogas Lícitas e Ilícitas.

Nome : Maria Elizabeth Forte da Silva

Cargo: SMSDC (P S M A A)

Comunidade: Conjunto Gouveia

Questionamento:

Minha filha estuda em escola particular, tem 10 anos, gostaria de saber como ela pode participar do PROERD?

Resposta:

No momento, o PROERD só está atuando em escolas da rede pública. Como temos por foco crianças entre nove e doze anos, nos próximos semestres passaremos a atender também à rede privada de ensino.

As escolas interessadas deverão enviar ofício ao PROERD (tel.: 2333-5961).

Nome: Quaramira

Cargo: Presidente

Comunidade:  Sepetiba

Instituição: ONG Sara

Questionamento:

Gostaria de Saber como a ONG poderia fazer parte do programa PROERD. Eu como participei do PAN 2007 – fiz o curso PROERD.

Resposta:

Recomendamos a manutenção de contato pessoal com a Maj Patrícia na sede do PROERD (tel.: 2333-5961).

Nome: Ângela de Mendonça

Órgão: Casa de Magia Justiça e Amor  Cargo: Membro

Comunidade: Sepetiba

Questionamento:

Um Menor pode tomar um pouco de cerveja do copo dos Pais? Isso pode ajudar a consumir outros tipos de drogas?

Indicação

Fazer palestras ao uso abusivo de drogas em escolas particular.

Resposta

Não! É claro que não é aconselhável que os pais permitam que seus filhos menores façam uso de bebidas alcoólicas. Sim, isso abre caminho para o uso de outros tipos de drogas.

As escolas da rede privada serão inseridas no PROERD.

Nome: Rosangela de Alcântara

Órgão: CIEP 10.19.502 Maestro Heitor Villas Lobos

Cargo: Professora

Comunidade: Conjunto Antares

Questionamento:

Minha escola fica dentro do Conjunto Antares e trabalhamos até o 5º ano em horário integral. Quando nossos alunos precisam mudar para escola co 6º ano acabamos perdendo-os para o tráfico. Como podemos trabalhar com a PROERD? Vocês vão à escola ou os alunos terão que sair da escola e/ou comunidade?

Resposta:

Em razão da necessidade de preservação da segurança de alunos, docentes e demais funcionários da escola, não é viável que o programa seja aplicado dentro de comunidades com venda de drogas. Todavia, não há impedimento algum à realização do curso em outra localidade.

Nome: Alex Evangelista Mendes Silva

Órgão: ONG Ser Sempre Refazendo

Cargo: Secretario Executivo

Comunidade: Campo Grande

Questionamento:

Parabenizo o trabalho realizado pela PROERD, e gostaria de saber sobre a receptividade e procura das comunidades de ensino privado, se há resistência?

Resposta:

No momento o PROERD não está atuando em escolas da rede privada. Há vários pedidos de inclusão por parte dessas escolas. Nos próximos semestres elas serão atendidas.

Nome: Rosane

Nunes da Conceição

Órgão: 10.19.017 Otelo de Souza Reis

Cargo: Servente

Comunidade: Antares

Questionamento:

Como podemos lidar com essas crianças, se a realidade delas é essa (droga, abandono,necessidades básicas); algumas já se prostituem em troca de algum dinheiro. Como orientá-las e ajudá-las?

Resposta:

A ação tem que ser conjunta, ou seja, com vários órgãos envolvidos na busca da solução desses problemas. Inicialmente essas crianças tem a auto-estima muito baixa devido à realidade de suas vidas. Neste ano o PROERD irá atuar também realizando palestras voltadas aos pais, em empresas, associações de moradores e em faculdados, para que os adultos (responsáveis) possam se conscientizar acerca do fato de que por falta de orientação, ainda que motivada por problemas financeiros, nossas crianças estão entrando para o mundo das drogas, da prostituição e outros.

O trabalho não deve ser realizado por um órgão isolado e sim com a participação de todos.

Pesquisa: Jair Eugênio de Menezes, Instrutor do PROERD.